Chuck Palahniuk, autor de Clube da Luta, livro que deu origem ao filme homônimo de 1996, deu novos detalhes sobre a sequência da obra, que será publicada no formato de história em quadrinhos. Ele falou, em entrevista à revista Hustler, sobre como Tyler Durden, o violento personagem interpretado no cinema por Brad Pitt, renascerá na mente do protagonista.

“A sequência será contada – a princípio – da perspectiva de Tyler Durden, à medida que ele observa o dia a dia tedioso na vida do narrador. Já que a 20th Century Fox criou a convenção de chamar o protagonista de Jack, eu o chamo de Cornelius. Ele está vivendo uma vida comprometida com um casamento falido, incerto sobre sua paixão pela mulher”, explicou.

“Marla [mulher do protagonista] está insatisfeita e sonha em acessar o homem selvagem por quem um dia se apaixonou. Ela adultera a pequena farmácia de drogas que seu marido usa para reprimir Tyler e, adivinha,Tyler reaparece para aterrorizar a vida deles”.

Anteriormente, por meio de seus site, Palahniuk já havia revelado que Tyler sequestraria o filho pequeno do protagonista. Ele descreveu a história da HQ como “sombria e bagunçada”.

A adaptação cinematográfica de Clube da Luta teve direção de David Fincher e foi estrelado por Edward Norton no papel do protagonista Jack e Brad Pitt como Tyler Durden. A trama narra a história de um trabalhador de escritório que decide participar de um sangrento clube, em que homens se degladiam por diversão.

Sem mais artigos