Com o pseudônimo de Saint Hoax, um artista do Oriente Médio, fez uma campanha que, por meio do uso de princesas da Disney, estimula meninas vítimas de violência sexual a denunciarem.

Chamada de Princest Diares, a campanha mostra Aurora (de A Bela Adormecida), Ariel (de A Pequena Sereia) e Jasmine (de Aladin) são mostradas sendo beijadas a força por seus pais com expressões de terror e surpresa.

Também está nos cartazes a informação de que 46% dos menores que são estuprados são vítimas de membros da família.

A ideia surgiu quando ele descobriu que uma amiga sua foi violentada pelo próprio pai quando tinha apenas sete anos de idade. A escolha pelas princesas da Disney foi pensada para atingir o público-alvo da campanha.

Sem mais artigos