O chef inglês Jamie Oliver e o jogador do Liverpool Steven Gerrard são alguns dos signatários de uma carta dirigida ao governo do Reino Unido pedindo aulas de culinária nas escolas para combater a obesidade diante da iminente realização dos Jogos Olímpicos, informa neste domingo a imprensa britânica.

Numerosas personalidades da vida pública e trabalhadores do setor de saúde e de educação assinaram a carta dirigida ao primeiro-ministro, David Cameron. O texto adverte que o fato de o Reino Unido ser a nação europeia com mais obesos prejudica a imagem do país-sede dos Jogos Olímpicos.

Na carta, os signatários afirmam que as crianças de 4 a 14 anos se beneficiariam de aulas obrigatórias de culinária e dietética, que lhes ensinariam a comer e cozinhar de forma saudável.

“Os Jogos Olímpicos de 2012 oferecem uma oportunidade única para melhorar a saúde da nação e reduzir a carga da obesidade”, declarou o presidente do Fórum nacional contra a obesidade, David Haslam, também signatário da mensagem.

Haslam advertiu que, por outro lado, “será totalmente contraproducente” se os cidadãos acompanharem os Jogos sentados na poltrona de suas casas, comendo batatas fritas e doces e bebendo refrescos artificiais.

O Ministério da Educação indica que está revisando a grade curricular de disciplinas escolares e que anunciará possíveis mudanças no futuro

Sem mais artigos