Algumas redes sociais têm um “código moral” de imagens bem restrito. Não rola colocar foto que insinue nada ou que seja ofensiva. Mas e quando a imagem em questão é a de um recém-nascido fotografado com a mãe? Uma britânica chamada Helen Aller, de 29 anos, tornou pública exatamente a imagem de um bebê e da cicatriz do parto, que simbolizou a cirurgia que salvou a vida dos dois. No entanto, a foto, que teve mais de 11,5 milhões de visualizações e 60 mil compartilhamentos causou polêmica no Facebook e foi denunciada como conteúdo impróprio.

A reviravolta negativa simplesmente chocou a fotógrafa: “Algumas mensagens disseram que era ofensiva, repugnante. Pessoas disseram que era sexualmente explícito”.

cesarea-foto-bebe

Em entrevista ao jornal Daily Mail, a fotógrafa disse não esperava que a coisa fosse polemizar dessa maneira. “No fim de semana, ela (a mãe da foto) entrou em trabalho, mas teve que fazer uma cesárea de emergência depois de perder muito sangue. Ela me pediu para tirar esta imagem em particular para mostrar como seu pior pesadelo provou ser o que salvou sua vida e a de seu filho. Entendo que todos têm sua própria opinião, tudo que peço é que os comentários não sejam rudes ou dolorosos, e se mantenham respeitosos”, disse Helen Aller que está grávida de oito meses e clicou a mãe da foto que prefere ficar no anonimato.

Sem mais artigos