Outra dica. “Obrigatoriamente, esse novo funcionário, temporário ou não, precisa saber tudo sobre a área de atuação e desenvolver novas habilidades. Ser flexível e prestativo são qualidades que podem abrir várias portas”, diz o especialista, que aconselha: conheça melhor seus colegas de trabalho. “Quanto mais pessoas de diferentes departamentos você conhecer, maior será a chance de saber se há alguma oportunidade fixa”.

Outra estratégia é demonstrar proatividade. “Quando acabar a tarefa, o colaborador deve questionar seu chefe, ou supervisor, se não há nada que possa fazer a mais, ou alguma outra tarefa que possa executar, para contribuir com o resultado final. Essa postura, com certeza, demonstrará comprometimento”. Um aviso: não confunda ‘comprometimento’ com ser o puxa-saco do chefe.

Além de postura e atitudes positivas, o consultor diz que acima de tudo, é preciso ter metas definidas. Para ele, a equação do sucesso está apoiada em dois fatores: postura mental e um plano de ação pessoal consistente. “Um bom exemplo de que isso funciona é o treinamento a que se dispõem as pessoas que correm maratonas: trabalham com um rigoroso passo a passo e sabem que só se cumprirem à risca o que está programado têm chance de cruzar a linha de chegada”. Você está pronto para a maratona?

Leia mais:
Prepare o bolso: metrô vai custar mais caro em SP
ProJovem: jovens na pauta, pelo menos até 2010

Dicas vão além das atitudes e postura

Sem mais artigos