O caso de uma menina transgênera de 6 anos de idade, Coy Mathis, que era proibida de usar o banheiro feminino de sua escola foi solucionado. O Fundo de Defesa Legal e Educação Transgênero da cidade de Nova York anunciou a decisão em favor de Coy no último domingo (23).

Agora, a criança ganhou o direito de usar o banheiro das meninas. De acordo com a família, Coy foi diagnosticada com desordem de identidade de gênero e age como uma menina desde os 18 meses de idade.    

Fotos divulgadas também pela família mostram claramente a aparência feminina da criança. Segundo eles, desde que ela entrou entrou na Escola “Eagle” na cidade de Fountain, Colorado, Coy se apresentou como menina e foi tratada dessa forma por professores e colegas, e usava normalmente o banheiro feminino.  

Apenas em dezembro do ano passado, a administração da escola teria informado aos pais de Coy que haveria mudanças e a menina só poderia usar o banheiro masculino ou o da enfermaria. 

Garota transgênera de 6 anos ganha o direito de usar o banheiro feminino da escola

Sem mais artigos