A gatinha Dymka acaba de ganhar quatro patas novas, feitas por impressão 3D. Ela vive na cidade de Novokuznetsk, na Sibéria, onde as temperaturas chegam a -20°C no inverno e, em 2018, foi encontrada na rua com as patas, orelhas e rabo congelados.

Por conta do estado grave, teve estas partes do corpo amputadas. Na época, os veterinários suspeitaram que ela tivesse fugido de casa ou caído da sacada. No entanto, por mais de um ano, ela recebeu tratamento especializado e acaba de ganhar patas novas.

As próteses de titânio e revestidas de fosfato de cálcio foram feitas com impressoras 3D pela Universidade Politécnica de Tomsk, na Rússia. “Hoje, ela tem uma vida plena: corre, brinca e sobe escadas”, afirmaram os especialistas.

Hulk, o filhote esverdeado:

Sem mais artigos