Gary Smart morreu aos 33 anos em decorrência de um câncer de pulmão

Nos seus momentos finais, um britânico de 33 anos, vítima de câncer de pulmão, casou-se com a namorada de longa data em uma cerimônia emocionante. Os dois puderam conviver como marido e esposa por apenas sete horas, o suficiente para Laura Smart: “ele era um homem maravilhoso, eu estava honrada de ser sua esposa”.

Gary Smart, de 33 anos, era pai de seis filhos e descobriu o câncer em Julho. Apesar de já terem planos de se casarem antes do diagnóstico, o inglês quis oficializar a união após os médicos indicarem que ele teria apenas mais alguns dias de vida.

Ao site SWNS, a viúva contou que achava que teriam mais tempo juntos, “mas não era para ser”. “Na sexta-feira, a equipe nos avisou que ele poderia partir a qualquer hora e nos ajudou a organizar o casamento. Eu e minha mãe saímos para buscar as alianças e quando voltamos, o pessoal do hospital já tinha organizado tudo”, relembra.

Segundo o veículo, a cerimônia realizada no Northampton General Hospital contou com a presença de amigos e familiares. “Todos nós sabíamos que ele iria embora. Ele conseguiu dizer os votos, colocar a aliança em mim e me dar um beijo”, contou Laura.

A inglesa adormeceu ao lado do marido e acordou às 3 da manhã, quando o alarme disparou. O casal ainda conseguiu ter uma breve conversa, mas Gary veio a óbito durante a madrugada. Eles ficaram casados por sete horas.

Sem mais artigos