Imagem mostra João sendo espancado no Carrefour

João Alberto Silveira Freitas é mais um negro pelo mundo a perder a vida em um ato covarde. Desta vez em um crime que aconteceu na noite desta quinta-feira, em uma das lojas do Carrefour em Porto Alegre.

O homem negro de 40 anos não resistiu aos ferimentos ao ser espancado por um segurança do local e um policial militar temporário, que não estava em serviço.

A polícia já prendeu os agressores, que devem ser acusados de homicídio doloso, quando existe a intenção de matar. O crime aconteceu na zona norte da capital gaúcha.

João teria discutido com uma das caixas da loja e levado ao piso inferior pelo segurança. O policial que ouvira a discussão acompanhou os dois, e ajudou o segurança no crime.

Uma trabalhadora disse em depoimento à polícia que Freitas estava nervoso e havia desferido um soco no policial. “A partir disso começou o tumulto e os dois agrediram ele na tentativa de contê-lo”, contou.

Sem mais artigos