Já pensou que o seu bem estar e o da sua família podem estar ligados às energias que circulam na sua casa? A engenheira carioca Sandra Strauss já tinha ouvido falar de medicina do lar, mas nunca tinha parado pra pensar sobre isto até 1999, quando se casou e realizou o sonho de comprar um apartamento de frente para a praia de Ipanema, no Rio de Janeiro. Até aí tudo certo, mas então seu redor começou a entrar em colapso: “durante a obra o marceneiro faliu, o marmoreiro fechou a empresa, o pedreiro sumiu, a empresa importadora de móveis de cozinha quebrou, começamos a ter perdas financeiras e constantemente adoecíamos”.

Todas estas dificuldades duraram mais de um ano. Obviamente, não saíam da cabeça e ela foi tentar entender mais do assunto. Conversando com porteiros e antigos moradores, descobriu que o local tinha pegado fogo em uma Quarta-feira de Cinzas e ficou sabendo de “histórias assustadoras” de inquilinos que acabaram se mudando. O diagnóstico era que o apartamento dos sonhos tinha uma imensa energia de falência. Entre sair ou não do imóvel, ela decidiu fazer uma reprogramação energética do ambiente para curá-lo e, consequentemente, cuidar de sua família e todos ao redor também.

A casa é o espelho do que acontece com a família. Então, tratar os espaços faz as boas energias se voltarem para os moradores

Reprodução A casa é o espelho do que acontece com a família. Então, tratar os espaços faz as boas energias se voltarem para os moradores

Casa: o espelho da família
“Da mesma forma que a casa tem circuito elétrico e hidráulico, tem também uma rede de energias. Ela é o termômetro de toda a dinâmica da família, tem corpo e alma que estão diretamente ligados aos habitantes. Obviamente, não se cura um ambiente, mas o que existe é uma cura mútua da casa e dos moradores porque existe uma troca intensa de energia entre os dois”, Sandra explicou em conversa com o Virgula.

Ou seja, se você pensar energicamente, a casa é mais que um conjunto de paredes, é um organismo vivo. Ela é o espelho do que acontece com as pessoas que moram ali. Então, o que se passa na família reflete na casa e, ao analisar e equilibrar a energia do imóvel, automaticamente aquela cura será refletida na vida de quem vive nela. Simples assim!

Depois de entender esta relação, Sandra foi buscar então uma forma prática de fazer isto. São 15 anos de estudo que resultaram na criação da técnica Chi Le Shalom, que significa “receber a paz” em hebraico. O método inédito – explicado passo a passo no livro A Cabala da Casa – usa a Cabala para fazer o realinhamento do fluxo energético dos espaços.

 

A Árvore da Vida é um diagrama que divide a casa em 10 ligações energéticas. Cada uma delas tem um significado.

Reprodução A Árvore da Vida é um diagrama que divide a casa em 10 ligações energéticas. Cada uma delas tem um significado.

Árvore da Vida
O procedimento começa com a Árvore da Vida, um diagrama que reparte a casa em 10 ligações energéticas, cada uma com um significado diferente. Há o canto da amabilidade, o da sabedoria, o da justiça e força, o dos vínculos, o da prosperidade e assim por diante.

O primeiro passo, então, é desenhar a Árvore da Vida na planta baixa da casa e descobrir onde estão estes pontos. A partir daí, a família analisa sua história e pensa no que gostaria de melhorar. Se por exemplo, o problema for financeiro, a reorganização energética precisa se concentrar no canto da prosperidade.

E é possível trabalhar todas as situações, desde problemas emocionais até os físicos. Busca por relacionamentos, melhora da comunicação familiar e saúde são as queixas mais comuns das pessoas que procuram a Sandra. “Processos judiciais como inventários, por exemplo, dão muito resultado. Uma cliente resolveu em um mês um processo que já durava anos”, conta.

 

Exemplo de uma das 22 letras do alfabeto hebraico

As letras
 Depois de desenhada a Árvore da Vida, é hora de reprogramar a energia. Isso é feito usando as 22 letras do alfabeto  hebraico,  a base da Cabala. Como? São colados entre um e dois adesivos com desenhos dessas letras acima de portas,  janelas e nos  cantos  dos cômodos. Estas letras representam virtudes e cada uma delas emana uma determinada energia.

“O alfabeto hebraico é uma ferramenta de cura. A letra é como um ímã e ela atrai a vibração desejada”, explica Sandra.

Mas é só colar o desenho e pronto? Não. É preciso acreditar, mentalizar, ajudar a vibração a fluir e não só ficar parado  esperando.  A Cabala acredita que as pessoas são causas da vida e não consequência do que o mundo reserva a elas,  então tem  que trabalhar para ser protagonista da própria história. Por isso, malhe sua espiritualidade: respire, medite,  agradeça,  contemple a letra e entre em sintonia com a energia que ela emite, afinal, é justamente esta energia que você  gostaria de ter  mais em sua casa. Tem que acreditar no poder de cura!

Por onde começar?
Ao lado das letras, alguns passos simples na decoração também ajudam a energia a fluir mais livremente pela casa, apartamento ou escritório. Dar um jeito na bagunça, manter a limpeza em dia e se livrar dos excessos de objetos também ajudar a limpar o ambiente. Confira algumas dicas práticas abaixo para começar a ter uma morada mais harmônica:

Formas práticas de melhorar a energia da casa

 

Sem mais artigos