rebecca fazendo a dieta de Sophia Loren

A gente sabe que as celebridades que estão pelo mundo afora estão, em sua maioria, sempre fazendo uma dieta doida para ficar sempre “em forma”. A pressão de estar sendo observada pelo mundo todo faz com que elas se submetam às técnicas mais bizarras. Pensando nisso a jornalista e escritora americana Rebecca Harrington decidiu testas as dietas de algumas dessas famosas e contar pra gente tudinho no sue livro I’ll Have What She’s Having (Eu vou comer o que elas estão comendo, em tradução da editora Virago).

Entre as dietas escolhidas para a experiência de Rebecca estão as de Gwyneth Paltrow, Elizabeth Taylor, Karl Lagerfeld, Marilyn Monroe, Cameron Diaz, Madonna, Greta Garbo, Victoria Beckham, Beyoncé, Jackie Kennedy, Sophia Loren, Pippa Middleton, Carmelo Anthony, Dolly Parton e Taylor Swift. Ela conta que a ideia veio de quando ela viu um artigo com a dieta de William Howard Taft, presidente mais gordo da história dos EUA.

I'll Have What She's Having

A primeira dieta testada foi a de Elizabeth Taylor e a jornalista passou quinze dias comento receitas como bife com manteiga de amendoim e torrada ou peixe-espada com suco de limão todas as manhãs (sim, eca). Rebecca afirma que essa última receitinha parece mais com “sapato velho com gosto de limão”, mas que não era, nem de longe, a pior dieta que tinha provado.

Os aipos que Greta Garbo comiam foram classificados com a pior coisa que ela comeu para fazer esse livro: “No cozimento eles cheiravam como um corpo em decomposição e tinham gosto de vômito cozido. Eu não sabia o que fazer com aquilo, então deixei no forno durante sete dias. Eu morava num apartamento minúsculo na época e não havia lugar para esconder o prato”. Sim, a gente também tá passando meio mal agora.

gif eca

Pra não dizer que é tudo horrível e nojento, aí vão algumas dietas que a jornalista curtiu fazer: enquanto comia como Sophia Loren, ela se alimentou de macarrão todos os dias (infelizmente em quantidades muito pequenas); já os tacos de peixe de Gwyneth Paltron e as batatas cozidas com caviar de Jackie Kennedy eram ótimas, apesar dos ingredientes serem bem caros.

gif emma stone food

Ela conta que realmente conseguiu perder peso com a dieta da sopa de Dolly Parton, mas que alguns outros resultados que essas dietas trouxeram para ela foram erupções faciais, desmaios e tremores. A conclusão a que ela chegou no fim da experiência é uma só: “Eu sinto pena de todas as mulheres cuja dieta eu testei”. É, gente, a imposição dos padrões de beleza não é fácil nem pras ricas e famosas.

 

Comidas que não são o que parecem

A criação da artista plástica Marli Rios consiste em moldar uma leitoa com uma mistura que leva frango, mandioca, linguiça calabresa e bacon. Fica igualzinho, né?
Comidas que não são o que parecem já fazem parte da nossa vida. Quem não teve uma mãe que fez cerejas com chuchu?
O famoso Kani não é um peixe nem um crustáceo retangular e vermelho: ele é feito de carne de pescado moída, extrato de caranguejo ou lagosta e ingredientes como amido de trigo, clara de ovo, açúcar, extrato de algas, sal, vinho de arroz, proteína de broto de feijão e glutamato monossódico. Eita, mistureba!
Ok, calma, o salmão é um peixe que existe. Porém, a não ser que você more em um lugar banhado por águas frias, o salmão que você consome é meio de mentirinha. Como esta cor avermelhada se dá pelo consumo de algas pelos camarões do mar, que vêm a ser consumidos pelo peixe, a variedade criada em cativeiro não tem acesso a essas substâncias. Por isso, o salmão de cativeiro é colorido artificialmente, para não enganar seus olhos no rodízio de comida japonesa.
Agora a coisa começa a ficar extrema: entramos na seção
A feijoada de sorvete leva sorvete, farofa doce, gotas de chocolate e palha italiana. Não acompanha couve refogada.

Jornalista testa as dietas loucas de diferentes celebs e afirma: "Tenho pena delas"

Sem mais artigos