O jovem Rashid Polo, assim como a maioria das pessoas, usa os poucos segundos de vídeo do Vine para trivialidades, como reclamar dos professores, falar sobre a vida e fazer piadas. Mas nos últimos tempos, ele tem feito algo diferente: flagrado (e, claro, comentando) o racismo velado com o qual atendentes de lojas tratam rapazes negros como ele em lojas de conveniência.

Histórias de afro-americanos sendo seguidos por balconistas e seguranças nas lojas são extremamente comuns, não somente nos Estados Unidos, mas no mundo inteiro. E ao andar pelos estabelecimentos, Rashid flagra alguns deles o seguindo.

“Você não odeia quando entra em uma loja e o caixa começa a te seguir? Eu não vou roubar tudo isso!”, comenta bem-humorado o jovem na filmagem.

Os vídeos da rede social de Rashid estão fazendo muito sucesso na internet com. Em um deles, o adolescente usa a hashtag #SheThinkImStealing (#ElaPensaQueEstouRoubando, em tradução livre) para mostrar uma mulher que segue o jovem por toda a loja e se intimida ao notar que apareceu na imagem feita pelo celular.

Sem mais artigos