Brisa recuperou o celular após golpes de jiu-jitsu em ladrão

Um homem se deu muito mal ao tentar roubar o celular de uma jovem nas ruas de Mar del Plata, na Argentina. Ele não contava que a mulher era lutadora de MMA (artes marciais mistas).

O caso aconteceu na semana passada, mas ganhou destaque na imprensa argentina nesta semana, após entrevista de Brisa, como foi chamada a jovem, a uma reportagem local.

Ela contou que teve o celular roubado por um homem ao sair do trabalho. O ladrão saiu correndo. Brisa pediu carona para uma amiga do trabalho para segui-lo, até que ele ficou “preso” aos pedestres em um cruzamento.

Brisa então saiu do carro, alcançou o ladrão e decidiu lutar para recuperar o aparelho. “O cara é mais alto que eu, que meço 1,5 m. Teve vantagem correndo, mas umas pessoas escutaram os meus gritos e conseguiram frear o delinquente”, disse.

A jovem de 20 anos imobilizou o assaltante até que a polícia chegasse, após desferir socos e golpes de jiu-jitsu. “Filho da p***. Vai arrumar um trabalho. Estou o dia inteiro trabalhando para que você me roube em três segundos”, revelou Brisa sobre o que disse após a luta.

Sem mais artigos