mala 14

Crédito: Reprodução

Imagina encontrar 400 malas em um sótão de um asilo psiquiátrico com milhares de objetos antigos e memórias afetivas de pacientes que passaram por lá? Com um material tão rico e histórico como esse, o fotógrafo Jon Crispin resolveu registrar esse achado e criar o belíssimo projeto Willard Suitcases.

O Centro Psiquiátrico Willard, que ficava no interior de Nova York e onde foram encontradas as malas, foi construído em 1869 e fechado em 1995. Muitos dos moradores do asilo passaram a vida inteira no lugar e estes objetos são os únicos registros de suas vidas antes do internamento. Os internados viveram em Willard entre 1910 e 1960.

Tem porta-retrato, colheres, livros, escovas de cabelo, espelhos, imagens de santos, entre outras coisas. É uma verdadeira viagem no tempo. Dá uma olhada:

mala 15

Crédito: Reprodução

mala 18

Crédito: Reprodução

Sem mais artigos