Em meio à pandemia e ao distanciamento social, Theo, de apenas dois anos, conseguiu fazer uma nova amizade. Ele encontrou no porão de casa um esqueleto usado como decoração de Halloween e, desde então, não se desgruda mais do parceiro, nomeado de Benny.

Abigail Brady, moradora de Herriman, em Utah, contou ao jornal The Washington Post que precisou limpar o porão há algumas semanas por causa de um vazamento. Ela então ouviu o filho gritando: “me ajude! Esqueleto!” Mas não era medo. Theo estava tentando subir as escadas com Benny – que vale ressaltar, tem aproximadamente 1,50 m de altura.

Após encontrar o esqueleto, o menino não quis mais sair de casa sem ele.

O primeiro passeio com Benny foi a uma represa local. E claro que ele não poderia ficar no carro, de acordo com Theo. “Então eu o carreguei pela praia e o apoiamos na areia”, contou a mãe.

Abigail decidiu transformar os limões em limonada e gravou um vídeo de Theo se divertindo Benny, que rapidamente viralizou no TikTok e alcançou, até o momento, mais de 2 milhões de visualizações.

@abigailkbradyMotherhood is fun ##GetTheLook ##halloweenvibes ##skeletondance♬ original sound – Eli Wingert

Depois deste passeio, a relação só se estreitou: o pequeno pediu para deixarem o esqueleto em seu quarto, para que pudesse mostrar seus brinquedos e livros, Benny começou a “tomar” café da manhã com a família, “assistir” à televisão e é levado a todos os lugares, como um brinquedo comum.

“Não dá para dizer que [o Benny] é diferente [de qualquer outro brinquedo]. É um dia normal para [o Theo] […] Amo ver sua imaginação crescendo”, relatou o pai, Casey.

@abigailkbradyHead over to my Instagram highlights for more ##toddler ##halloweenvibes ##skeleton♬ New Slang – Album – The Shins

@abigailkbradyBenny and Theo’s excellent adventure at the grocery store ##halloween ##halloweenvibes ##toddler ##toddlermama♬ You’ve Got a Friend In Me – Cavetown

Sem mais artigos