Sara Guerts tinha apenas 10 anos quando recebeu o diagnóstico que mudaria sua vida. A Dermatosparaxis Ehlers-Danlos, ou EDS, é uma síndrome que afeta a produção de colágeno pelo corpo, estimulando o surgimento precoce de rugas e flacidez.

Sara, portanto, aparenta ter muito mais do que 26 anos, graças à pele que dobra e desdobra sobre seus ossos, como se ela estivesse sempre usando uma blusa um pouco mais folgada. Por muito tempo, a aparência flácida e enrugada fora sua maior insegurança.

Hoje, aos 26, Sara não quer saber de lamentação. Trabalhando como modelo e atuando como porta-voz de campanhas que enaltecem a beleza das imperfeições femininas, a jovem tenta derrubar todos os tabus que aparecem pela frente.

Tá mais do que certa – e maravilhosa!

Vem ver mais:

Sem mais artigos