O repórter da Globo, Renato Peters, teve o seu microfone roubado durante uma matéria ao vivo para o jornal SPTV, nesta sexta-feira. A mulher, que o empurrou antes de pegar o equipamento, começou a gritar contra a emissora e a favor do presidente Jair Bolsonaro. Até que foi tirada do ar.

“A Globo é um lixo! Bolsonaro tem razão…”, gritou quase que desesperadamente enquanto o repórter tentou em vão retomar o microfone. Poucos segundos depois, a produção do programa cortou o link ao vivo e o apresentador César Tralli pediu desculpas. VEJA NO VÍDEO ABAIXO DA MATÉRIA.

“Você viu que o Peters estava ao vivo fazendo explicações importantes […] Estamos sempre trazendo os assuntos que interessam para São Paulo. Então peço desculpas porque atrapalharam um assunto tão importante”.

Pouco depois do ocorrido, Renato Peters foi ao Twitter para acalmar os espectadores. “Gente! Tá tudo bem aqui. Nenhum arranhão, nem susto. A mulher, que estava com uma criança de 5 anos, só não percebeu que estávamos lá pra mostrar que o hospital do bairro dela já está em situação crítica. Eu sigo na rua pra reportar sempre”, falou.

Sem mais artigos