Neste sábado (19), quarenta mulheres israelenses se reuniram em Tel Aviv para uma foto em que aparecem nuas atrás de uma faixa com frases como “Amor sem fronteiras” e “Mostre que você não tem medo”. Isso aconteceu em defesa da blogueira Aliaa Magda Elmahdy que virou alvo de comentários no Egito por publicar fotos nuas em seu blog.

Aliaa Magda Elmahdy fez isso com a intenção de defender a igualdade sexual e a liberdade de expressão no país, mas acabou sendo alvo de críticas e insultos, já que a nudez feminina é algo bem delicado por lá.

No Egito, a maior parte das mulheres muçulmanas cobrem o corpo e o rosto e os homens raramente mostram os joelhos em público. Resultado? O post de Aliaa, que veio com a frase “gritos contra uma sociedade de violência, racismo, sexismo, assédio sexual e hipocrisia”, ganhou milhões de visitas e comentários a chamando de prostituta e doente mental.

A atitude também causou preocupação nos liberais do Egito, devido às eleições parlamentares que se aproximam (28 de novembro) e nas quais eles concorrem com partidos fundamentalistas islâmicos.

Os conservadores alegam que é necessário proteger a sociedade de coisas como essa, pois se os liberais ganharem, essa mulher se tornará um modelo para todas as mulheres egípcias. 

Sem mais artigos