Muçulmana americana ganha processo

Samantha Elauf, uma americana de 24 anos que também é muçulmana, ganhou processo na justiça após não conseguir um emprego na Abercrombie Kids, quando ainda tinha 17 anos por usar o véu islâmico. A suprema corte decidiu que, como o argumento usado para rejeitá-la foi o de que o véu ia contra as normas de vestimento da empresa, foi discriminação religiosa.

 

O processo, que foi movido em nome de Samantha pela pela Comissão de Igualdade nas Oportunidades de Trabalho, já havia ganhado em primeira instância, mas como a Abercrombie havia levado a melhor em um tribunal federal, foi levado até a última instância. A marca de roupas afirmou, por meio de um advogado, que vai recorrer da decisão.

A diretora nacional do Conselho de Relações Americano-Islâmico, Nihad Awad, afirmou ao diário inglês Metro que “comemoramos essa decisão histórica em favor da liberdade religiosa numa época em que a comunidade muçulmana nos Estados Unidos tem enfrentado uma crescente islamofobia”.

Nos EUA: após marca recusar vaga por muçulmana usar véu, ela ganha processo na justiça

Sem mais artigos