Não é de hoje que grandes marcas aproveitam tragédias e acontecimentos que estão em alta na mídia para se promoverem e a espertinha da vez foi a Oakley. O mundo inteiro acompanhou na semana passada o resgate dos 33 trabalhadores que ficaram presos por 69 dias em uma mina no Chile. Pois bem, a consagrada marca de óculos concedeu óculos do modelo Radar a cada um dos mineiros para que eles não tivessem problemas de sensibilidade ao chegar à superfície.

O modelo oferece 100% de proteção contra os raios solares o que vem a calhar depois de alguns comentários médicos que alertaram sobre os danos na retina que os trabalhadores poderiam ter ao se exporem ao sol, depois de tantos dias no subsolo.

Uma enquete do jornal online Huffington Post aponta que 58% das pessoas acham que a doação “foi bem intencionada, mas também bem planejada”, enquanto 30% classificaram a atitude da empresa como “louvável” e somente 11,3% acharam uma ação “desprezível”.

De acordo com uma pesquisa do Canal CNBC feita pelo Front Row Analytics – empresa de avaliação de patrocínios – o marketing da Oakley ocupou com sua exposição na TV cerca de 41 milhões de dólares de espaço publicitário. Um retorno um tanto quanto satisfatório para um investimento em 33 óculos.

Lucros à parte, fato é que a marca soube aproveitar a oportunidade com uma grande estratégia e ainda praticou uma boa ação. E você, o que achou da iniciativa?

Sem mais artigos