Outra medida para o Pan irritou entidades de assistência social. A Secretaria Nacional de Segurança Pública anunciou um “programa emergencial” de assistência a menores e adultos em situação “de rua”. Trata-se de um programa com verbas federais para retirar meninos e mendigos das ruas durante o Pan.

Perguntado por jornalistas se o programa era uma “maquiagem” para o Pan, o diretor da secretaria disse que nada impedia a prefeitura de continuar com o programa depois dos jogos, dando a entender que a medida era para limpar as ruas do Rio de Janeiro já que muita gente vai estar de olho na cidade.

Quanto à segurança, o Rio está até com cara de Big Brother. Cerca de 600 câmeras foram instaladas em pontos estratégicos da cidade que serão monitorados dia e noite durante os jogos. Além disso, 24 aeronaves farão o chamado patrulhamento aéreo.

Dúvida: segurança reforçada vai durar depois?

Sem mais artigos