Infelizmente, ainda nos dias de hoje, podemos ver que as pessoas que não se encaixam no padrão cisnormativo (homens que se veem como pertencentes ao gênero masculino e mulheres que se veem como pertencentes ao gênero feminino) ainda são vítimas de preconceito, sendo julgadas e muitas vezes tendo que não se assumir como verdadeiramente são.

Pensando nisso, o fotógrafo Dusti Cunningham e o ativista pelos direitos dos transsexuais Jacob Rostovsky criaram em conjuto a série fotográfica Genderbent, que mostra justamente esse tipo de indivíduos.

Nela são retratados tanto os transsexuais quanto os classificados como genderqueer (pessoas que ou são bigêneras, cuja identidade de gênero é tanto masculina quanto feminina, ou agêneras, cuja idêntidade não é nem uma e nem outra).

O objetivo do projeto é mostrar uma visão que normalmente não é divulgada desse tipo de pessoa e dar à população em geral um entendimento melhor sobre eles. Indo além das fotos, o projeto também conta as histórias dos sujeitos que são fotografados.

Veja no vídeo abaixo a história de Mathu Andersen!

Sem mais artigos