Cultura do estupro escancarada em pesquisa

Ana Carolina Porto/Reprodução Cultura do estupro escancarada em pesquisa

Uma pesquisa feita pelo instituto Datafolha atestou o que muita gente já suspeitava: o Brasil é um país incrivelmente machista.

Os números apontaram que 42% (!) dos homens entrevistados acreditam que uma mulher que se dá ao respeito não é estuprada. A proporção é de um em cada três caras.

Entre as mulheres, 85% disseram temer serem estupradas ou assediadas sexualmente e, pasmem, 32% acreditam que a vítima é sempre culpada. Foram entrevistadas 3.625 pessoas de 217 cidades brasileiras entre 1º e 5 de agosto.

Com o resultado divulgado, a reação dos internautas foi uma verdadeira onda de machismo, com a maioria tentando desqualificar o resultado e não se atentando para os números, que são preocupantes.

Pior: tem gente que acha que tudo isso não passa de uma manobra política.

Teve quem realmente entendesse como esses números são graves

datafolha 1

datafolha 2

 

Mas a grande maioria preferiu questionar a legitimidade do instituto 

datafolha 3

 

Esse aqui, por exemplo, é um argumento muito mais sólido que a pesquisa

datafolha 4

 

Afinal, tudo não passa de uma manobra política

datafolha 5

 

O Brasil não é um país machista, imagina

datafolha 6

É tudo chororô, né? 

datafolha 7

 

Cultura do estupro? Não

datafolha 8

datafolha 9

 

E, pra fechar, esse comentário que diz muito mais que a própria pesquisa

datafolha 10

Ensaio dá voz a vítimas de estupro

 

Reações à pesquisa Datafolha sobre cultura do estupro são uma onda de machismo

Sem mais artigos