A Oxfam está investigando o caso o orrido no Oeste da Austrália

A organização Oxfam está investigando uma denúncia de que dois arrecadadores de fundos teriam ameaçado estuprar uma mulher após ela se negar a fazer doação. O caso teria acontecido na Austrália, envolvendo o time de arrecadadores de fundos que recolhem ajuda “de porta em porta” em Perth. Comentários sobre a ameaça e imagens dos dois representantes da Oxfam acusados estão circulando nas redes sociais. As informações são do The Guardian.

Os arrecadadores de fundos negaram as acusações, no entanto a organização está conduzindo uma investigação para esclarecer o ocorrido. A polícia do Oeste da Austrália informou que recebeu reclamações de outros moradores sobre o comportamento dos representantes de entidades de caridade que recolhem fundos de porta em porta. Segundo relatos, arrecadadores de fundos teriam atitude agressiva ao receber resposta negativa ao pedido de doação.

Sem mais artigos