Por esses dias os holofotes estão voltados para a França e não apenas em François Hollande que acaba de vencer a eleição presidencial contra Nicolas Sarcozy, há também uma enorme curiosidade a respeito da nova primeira-dama. A jornalista política Valérie Trierweiler tem em comum com a sua antecessora, a ex-modelo Carla Bruni, esposa de Sarcozy, a beleza de traços delicados, olhos claros e um sorriso encantador, mas as semelhanças param por aí.

Bruni de 44 anos, nasceu em berço de ouro como filha de um empresário italiano e de uma pianista. Trierweiler, 47 anos, tem origens sociais bem mais humildes. Nascida em Anger em 1965, foi criada em uma família de seis irmãos e irmãs ao lado de um pai inválido pela guerra e uma mãe que trabalhou como caixa de uma pista de patinação.

Divorciada e mãe de três adolescentes, a jornalista (ela se formou em História e Ciências Políticas na Sorbone de Paris) não é casada no papel com Hollande com quem está desde 2006. O presidente eleito é seu terceiro “marido” (que é 10 anos mais velho que ela), e até o momento não demonstraram sinais de que pretendem oficializar a união. Em entrevista recente, Trierwiler declarou: “Não queremos nos casar por obrigação, é um tema que concerne à nossa vida privada”.

Modernidades à parte, a nova primeira-dama também caiu nas graças do eleitorado feminino por um motivo bem simples. Conhecida por uma beleza genuína, ela não sucumbiu a intervenções estéticas, ao contrário de Carla Bruni que era muito criticada por sua aparência plastificada.

Bonita, feminina, com a carreira consolidada, ao lado do homem que já declarou que ela é a mulher de sua vida (apesar dele ter sido casado por mais de três décadas com a mãe de seus quatro filhos!)… Ainda ouviremos falar muito em Valérie Trierwiler que apesar de ter todos os requisitos para levantar bandeiras de feminismo (ela inclusive já declarou que não vai abandonar a profissão), preferiu deixar claro que não é necessário nada disso. Após vitória de Hollande no último domingo (6) Valérie declarou em seu perfil no Twitter: “Estou simplesmente orgulhosa por acompanhar o novo presidente da República e feliz por sempre compartilhar a vida com François”. 


Sem mais artigos