10635742_1470518383200186_1448884803427434130_n

EMEI Dalmo do Valle Nogueira/Facebook

Nessa semana, a resposta de uma mãe à coordenação da escola do filho viralizou na internet e acendeu a discussão sobre os papéis de gênero da criação dos filhos, bem como a responsabilidade das escolas na educação infantil. Para quem não se lembra ou não acompanhou o caso de perto, contamos a história completa aqui. A direção de uma escola municipal em São Paulo aproveitou o momento e resolveu não celebrar, nesse ano, algumas datas tradicionais do calendário escolar.

Em vez de marcar o “Dia das Mães” ou “Dia dos Pais”, por exemplo, a escola optou por separar essa quinta-feira, 24 de março, para comemorar o “Dia da Família”. Essa data, porém, foi instituída pelo Ministério da Educação em 2014 e já faz parte do calendário oficial das instituições. De acordo com a página oficial da EMEI Dalmo do Valle Nogueira, no Facebook, a ideia é abraçar a diversidade e criar um ambiente cada vez mais acolhedor para as crianças.

“Tem família que não tem mãe, família que não tem pai, famílias dos mais variados tipos. Por que dar tanto valor para o Dia das Mães e dos Pais sabendo que não corresponde à realidade de todas as nossas crianças? Não seria muito melhor fazer o “Dia da Família”? Achamos que sim”, defende a direção. As mudanças não param por aí.

Eventos associados a datas religiosas também foram citados na postagem. A Páscoa, por exemplo, é uma data cristã e, por isso, não será comemorada em 2016, bem como outros feriados. A ideia é defender o caráter laico da escola pública, para que nenhuma criança tenha sua crença desrespeitada ou deslegitimada.

“A nossa escola é um espaço de cultura brasileira e trabalharemos para ampliar o repertório de todas as crianças, sem discriminação e exclusões. Todas as famílias são bem vindas nos eventos abertos e também para conhecer o nosso trabalho, que busca trazer novidades e conhecimentos, sempre respeitando as crianças pequenas e seu modo vivo e alegre de ser”, afirma a publicação.

Leia na integra aqui:

emei

Sem mais artigos