Depois do debate ter sido adiado por duas vezes, o Senado colombiano rejeitou nesta quarta-feira, com 17 votos a favor e 51 contra, o projeto de lei que legalizava o casamento homossexual (ou igualitário).

Deste modo, no segundo dos quatro debates previstos anteriormente, o Senado rejeitou o projeto que buscava legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo no país, já que para a medida seguir adiante precisaria de 52 votos a favor entre os 102 senadores que formam a câmara alta.

Agora, os promotores da iniciativa terão que esperar o próximo período do legislativo para apresentar esse projeto de lei novamente.

Nos arredores do Congresso em Bogotá, na Praça de Bolívar, os opositores da iniciativa, que se manifestaram durante todos os debates, celebraram a decisão contrária do Legislativo.

O senador Armando Benedetti, do Partido Social de União Nacional ou Partido do U (governista), apresentou esta iniciativa em agosto de 2011, a qual gerou uma grande polêmica no plenário e, inclusive, no interior das bancadas. 

Sem mais artigos