A Starbucks Japão deu um grande passo rumo à inclusão. No sábado (27), a famosa rede de cafeterias abriu a primeira loja do país focada no público com deficiência auditiva. Seus 19 funcionários também fazem parte da comunidade surda.

A unidade fica na cidade de Kunitachi, localizada na província de Tóquio. De acordo com a empresa, a loja se apoiará na tecnologia e na arte para criar experiências imersivas em língua de sinais.

Logo na porta, é possível reconhecer que você está entrando em um local inclusivo: o nome “Starbucks” está escrito em língua de sinais tanto na placa, quanto nos aventais. Para realizar o pedido, o cliente pode escolher o método que se sente mais confortável: comunicar-se por libras,  apontar, escrever, ou usar um aplicativo que transcreve o que você fala, tipo de ferramenta que facilita a comunicação daqueles que não compreendem a língua de sinais.

Nas lojas tradicionais, os atendentes chamam os clientes pelo nome no balcão. Na de Kunitachi, a pessoa acompanha o andamento do pedido por uma senha e, quando está pronto, ela é chamada por uma animação em uma tela.

Esta é a quinta loja da Starbucks de língua de sinais. A primeira foi inaugurada em Kuala Lumpur, na Malásia, em 2016. As outras estão em Washington D.C. (EUA), Cantão (China) e Penang (Malásia).

Restaurante utiliza pandas de pelúcia para reforçar distanciamento social

Pandas de segurança Pandas de segurança Pandas de segurança Pandas de segurança Pandas de segurança Pandas de segurança Outra solução foi utilizar divisórias de plástico nas mesas Créditos: Reprodução/Instagram/@maison.saigon

Starbucks inaugura no Japão loja com atendimento em língua de sinais

Sem mais artigos