Após cinco anos em cativeiro, a tartaruga-oliva Lou finalmente se reencontrou com o mar. Ela foi liberada no final de Outubro, depois de passar anos reaprendendo a nadar por causa de duas amputações.

Lou foi encontrado em 2015 em redes de pesca descartadas e resgatado pelo Centro Australiano de Reabilitação de Tartarugas Cairns. Ele perdeu duas de suas barbatanas por causa dos graves ferimentos causados pelas redes.

“Lou havia perdido a barbatana dianteira esquerda, decepada ao tentar escapar da rede”, relatou a fundadora da organização, Jennifer Gilbert, em entrevista ao Bored Panda. A nadadeira traseira do lado direito precisou ser amputada posteriormente devido aos graves ferimentos sofridos no acidente.

Sem dois membros, o macho precisou reaprender a nadar sozinho novamente. Gilbert relembra que Lou teve dificuldade para encontrar um equilíbrio, mas após cinco anos de reabilitação, ele provou estar apto para retornar ao oceano.

A tartaruga foi solta no norte de Queensland, em uma área onde conseguiria retornar em segurança para a natureza, e com um rastreador para que os pesquisadores possam monitorar seus próximos passos.

Sem mais artigos