Donald Trump é o novo presidente dos Estados Unidos. Os americanos foram às urnas ontem e durante a madrugada de terça pra quarta saiu o resultado da eleição confirmando o republicano como o governante do país pelos próximos quatro anos.

Claro que o resultado gerou muitas reações da internet e o Twitter entrou em desespero, usando a hashtag “#RIPMundo”:

https://twitter.com/lionnisterz/status/796317535222321157

https://twitter.com/isisparanhos/status/796342481331818496

Filmes para ficar por dentro da eleição norte-americana

O filme conta a história do personagem vivido por Ryan Gosling, que entra de cabeça na campanha presidencial (do candidato interpretado por George Clooney, que também dirige o filme) e acaba se deixando levar pelo jogo sujo da política. Com grandes atuações, Tudo Pelo Poder é um filme muito subestimado e provavelmente o melhor com direção de Clooney até hoje.
Um dos filmes mais legais dos anos 90, Eleição não é exatamente sobre a eleição presidencial, mas é sobre uma eleição. Todos os personagens estão conectados por causa de uma eleição escolar e as reviravoltas são sempre surpreendentes. Matthew Broderick e Reese Whiterspoon conseguem fazer um filme cheio de carisma com personagens absolutamente detestáveis.
Um clássico absoluto e vencedor de quatro Oscars, Todos os Homens do Presidente é um filme obrigatório para quem gosta de cinema e política. Baseado na história real do escândalo de Watergate, envolvendo o  presidente Richard Nixon, o longa ainda traz Robert Redford e Dustin Hoffmann no auge.
Um filme exclusivo da Netflix, Mitt é um documentário que segue a vida do candidato Mitt Romney, que estava concorrendo à presidência entre 2007 e 2012. O filme cobre bem as eleições de 2008 e 2012 e vale a pena para saber como funciona os bastidores de uma eleição.
Essa comédia é sobre um candidato sem chances de vencer (Robert Redford) que decide anarquizar as eleições. Uma bela sátira, mas nunca fora da realidade.
Este filme, baseado em uma peça homônima de Peter Morgan, dramatiza as entrevistas do então presidente americano Richard Nixon para o jornalista David Frost. Frost/Nixon foi indicado a cinco Oscars.
Escrito por Gore Vidal, Vassalos da Ambição conta a história das convenções presidenciais, algo que a partir dos anos 70 tornou-se menos importante por conta das primárias. Um retrato interessante sobre como eram as eleições antes e com a bela atuação de Henry Fonda.

 

 

"Vamos para Marte"? #RIPMundo ganha web com vitória de Trump

Sem mais artigos