O Brasil enfrenta índices alarmantes de violência contra a mulher e aquelas que usam aplicativos de carona sabem da insegurança que ronda fazer corridas com motoristas desconhecidos. O mesmo vale para as motoristas que também não sabem quem estará do outro lado. Por isso, na última quinta-feira (24), a Uber Brasil lançou o U-elas, uma ferramenta dentro do aplicativo que permite que as motoristas escolham aceitar chamadas apenas de outras mulheres.

A ideia e iniciativa surgiu do programa ‘Elas na Direção’, criado para incentivar mulheres na busca pela independência financeira pela Rede Mulher Empreendedora.

Em novembro, a opção vai estar disponível em Campinas (SP), Curitiba (PR) e Fortaleza (CE). Segundo a plataforma, há planos que chegue ao restante do País no ano que vem. Estamos torcendo para isso!

Segundo Claudia Woods, diretora da empresa no Brasil, apenas 6% dos 600 mil motoristas do País são mulheres. Para aumentar este número, foi lançada recentemente também uma parceria do aplicativo com a locadora Localiza. Entre os benefícios, estão desconto de 10% para aluguel de veículos por motoristas mulheres, cursos de desenvolvimento e rede de apoio com especialistas mulheres.

 

Ver essa foto no Instagram

 

As a driving instructor turned 5-star driver, Glaucia is a role model that changed the way Brazil moves.

Uma publicação compartilhada por Uber (@uber) em

Série fotográfica mostra mulheres com objetos que usam para se protegerem de assédios sexuais:

 

Sem mais artigos