Medida faz parte de debate por mais direitos a LGBTs

Visual Hunt Medida faz parte de debate por mais direitos a LGBTs

O Estado da Carolina do Norte, conhecido por medidas conservadoras como a proibição do casamento gay há alguns anos, terá uma cidade um pouco mais liberal: uma lei que permite transgêneros usarem banheiros públicos de acordo com a identidade de gênero – e não mais do sexo identificado no nascimento – começa a valer em abril em Charlotte, o maior município do Estado.

A decisão pretende ampliar a proteção de direitos com base na orientação sexual e identidade de gênero, derrubando a fronteira no debate nacional sobre como gays, lésbicas e transgêneros são tratados nas empresas. “Estou satisfeita que Charlotte mostrou sinal que trataremos pessoas com dignidade e respeito”, disse a prefeita de Charlotte, Jennifer Roberts.

A questão faz parte do debate nacional contra a discriminação, iniciado no fim do último ano em Houston e advogados da causa LGBT. Parte da população, porém, ainda mantém opinião conservadora sobre a decisão e a reunião para votação foi marcada por protestos de moradores carregando cartazes com dizeres como: “sem homens no banheiro feminino” e “proteção às crianças”.

Entre os manifestantes, Chris Williams, pai de três filhos, afirmou ao Washington Post que é contra a determinação. “Não quero que meus filhos se perguntem: ‘o que essa pessoa está fazendo nesse banheiro’. As crianças não deveriam ter que enfrentar isso”, protestou.

 

Sem mais artigos