Chocolate

Na hora do consumo, o chocolate gera muitas dúvidas e às vezes arrependimento por aqueles que simplesmente devoram sem pensar na quantidade e na qualidade. A nutricionista Marina Citton Pasqua, do Hospital Professor Edmundo Vasconcelos, nos ajudou a desvendar os mitos e revelar as verdades acerca do chocolate

Mitos:
1- Chocolate pode provocar doenças cardiovasculares
Um estudo do Instituto de Pesquisa de Alimentos e Nutrição da Itália mostrou que o consumo de 100 gramas de chocolate meio amargo por dia foi capaz de aumentar 20% os antioxidantes em nosso organismo, em comparação com o chocolate ao leite. Os antioxidantes são os responsáveis pelo combate aos radicais livres, cuja concentração está diretamente ligada às doenças cardiovasculares e câncer.

2- Chocolate provoca espinhas!
Isto nunca foi comprovado cientificamente. O que determina, na verdade, o aparecimento da acne são fatores genéticos e desequilíbrios hormonais (que acontecem na puberdade, gravidez e menopausa). Em períodos de tensão e ansiedade, o adolescente devora bombons, mas se esquece das questões psicológicas ou do estresse que podem levar a uma alteração hormonal.

3- Diet é mais saudável que normal
Para pessoas não diabéticas, o chocolate diet não é o mais saudável, uma vez que sua composição é rica em gordura. Para o diabético, o ideal e o mais saudável é o alimento diet, visto que o organismo custa a utilizar a glicose ingerida.

4- Acaba com a TPM
O Chocolate não acaba com a tensão pré-menstrual, mas pode diminuí-la. A relação entre o consumo e alterações hormonais decorrentes da TPM é positiva e pode amenizar tensões nesse período.

5- Tem efeito antidepressivo
O chocolate parece ter efeito antidepressivo, mas ainda não pode ser comprovado. Acredita-se que a feniletilamina, substância presente no doce, se assemelha às anfetaminas, naturalmente liberadas no organismo em situações de grande emoção. Porém, a quantidade presente no chocolate é muito pequena, insuficiente para qualquer ação estimulante real.

Verdades:
1- Chocolate pode provocar alergias
Tanto em pessoas hipersensíveis ao próprio chocolate quanto àquelas que possuem alergia à proteína do leite de vaca. Neste caso, elas apresentam sintomas como eczemas (vermelhidão) na pele, diarréia, distensão abdominal e dores de cabeça.

2- O diet pode ser mais calórico que o normal
O chocolate diet não contém açúcar, mas possui mais gordura que o convencional. Cada grama de açúcar fornece 4 kcal enquanto o grama de gordura fornece 9 kcal, portanto o chocolate diet fornecerá muito mais calorias que o chocolate comum.

3- Comer chocolate altera humor
E pra melhor! Algumas pessoas, principalmente mulheres, têm uma tendência a comer muito chocolate depois de abalos emocionais. Isto pode ser explicado porque o chocolate estimula a produção da feniletilamina e serotonina no organismo, substâncias que causam sensação de “bem-estar”.

4- Cura a “ressaca”
A composição básica de um chocolate é pasta de cacau, manteiga de cacau, açúcar e leite. Destes, o açúcar e o leite são fontes de energia por conterem glicose e lactose respectivamente. Quando um indivíduo bebe demais e precisa ir ao hospital, o primeiro passo é tomar glicose. Então, para facilitar o processo, a sugestão é comer uma barrinha de chocolate. O efeito é melhor do que toda aquela confusão de dar banho gelado, dormir ou qualquer outra loucura que possa ter efeito contrário e piorar a situação.

5- Chocolate amargo reduz pressão arterial
No chocolate encontramos os flavonóides que são responsáveis pelos efeitos benéficos ao coração. Presentes no cacau, eles ajudam a prevenir formação de placas de gordura nas artérias (previnem infartos e AVC – Acidente Vascular Cerebral) e ajudam na diminuição da pressão arterial. O Chocolate meio amargo é o que apresenta maiores concentrações de flavonóides, pois possui mais cacau em sua composição, então podemos dizer que é o tipo mais indicado para o consumo.

Rotas do chocolate

A Páscoa na Serra Gaúcha é uma das mais conhecidas do Brasil. A cidade organiza todos os anos a Chocofest, quando se transforma na vila encantada de “Gostosuras”. Entre as atrações, há shows, desfiles e sorteios de cestas de chocolate. A cidadezinha também revela muitos encantos em construções bávaras e belos jardins de flores espalhados por toda parte
Difundindo e preservando a arte suíça da fabricação do queijo e do chocolate ao leite, a Queijaria Suíça é hoje uma das principais atrações turísticas de Nova Friburgo, localizada na região serrana do Rio de Janeiro. Com a proximidade da Páscoa, aumenta a produção na Chocolataria Suíça e todo processo pode ser acompanhado de perto pelos a encontra trufas de vários sabores
Ainda que seja um destino tradicional de inverno, Campos do Jordão merece ser visitada em qualquer época do ano, mas na Páscoa há mais um bom motivo. Na Araucária, uma das fábricas de chocolate da cidade, a produção é acompanhada de dentro da loja, que é toda envidraçada. Não há como sair sem encher a cestinha com trufas, bombons, cremes de avelã e muitas outras tentações
Com a chegada de uma grande fábrica de chocolate, Vila Velha, cidadezinha nas imediações de Vitória (ES) passou a ser um novo destino procurado pelos amantes de chocolate e se tornou a capital da Páscoa. Os chocólatras podem embarcar no Chocotour, passeio que dura uma hora e meia para apreciar os chocodutos que se estendem por seis quilômetros dentro da fábrica. E não precisa se preocupar que enquanto as informações sobre a fabricação dos bombons são apresentadas pelo guia, há paradas estratégicas para degustação
Curitiba é o paraíso dos chocólatras por causa do delicioso Tour Curtidoci. Mergulhar nessa incrível jornada pelo mundo do chocolate representa fazer uma viagem pela cultura de dois charmosos bairros que se destacam nesse quesito: Batel e Bigorrilho. Em visitas pelas docerias, os visitantes serão recebidos pela simpatia dos proprietários e vão saborear as maravilhas encontradas apenas na encantadora capital paranaense
Os chocolates são uma atração à parte em Bariloche. Basta caminhar pelas principais ruas da cidade para encontrar muitas lojas de fabricação própria. O Museu do Chocolate, que pertence a uma tradicional fábrica da região, é visita obrigatória tanto para os adultos quanto para as crianças, que irão conhecer todo processo de fabricação do chocolate e sua história, desde o início da exploração do cacau até os dias atuais
Chocolate e Buenos Aires é uma combinação perfeita. Além da arquitetura charmosa da capital argentina, aprecie um chocolate quente ao estilo portenho com uma barrinha de chocolate mexendo o leite até se dissolver, adicionando muito marshmallow, canela e baunilha. Mas a cidade é conhecida mesmo pela tradição de seus disputados alfajores, um souvenir que agrada muito os amigos e familiares na volta para casa

Veja 10 mitos e verdades sobre o chocolate

Sem mais artigos