Um vestido de gala que pertenceu à princesa Diana foi vendido nesta terça-feira (3) acima do estimado, em 102 mil libras (US$ 168 mil), em um leilão realizado na casa londrina Kerry Taylor.

O vestido, descrito por essa casa especializada em telas, antiguidades e moda “vintage” como uma peça de “conto de magas”, foi adquirido por um museu de fora do Reino Unido, informou Kerry Taylor.

A casa de leilões tinha estimado que a peça do imenso guarda-roupa da princesa de Gales encontraria comprador por um valor entre 50 mil e 80 mil libras.

Este vestido era um dos preferidos de Diana, desenhada pelos estilistas David e Elizabeth Emanuel, que desenharam seu vestido de casamento e marca habitualmente usada por lady Di.

Bordado com lantejoulas douradas, cristais e pérolas, e foi desenhado junto com um diadema, mangas opcionais e uma combinação.

Diana o escolheu Duran te um desfile de moda com fins beneficentes organizado pela Cruz Vermelha durante o verão de 1986.

Em vez de pedir aos estilistas que fizessem um para ela sob medida, a princesa não teve problemas em adquirir o vestido exibido na passarela, do tamanho britânica “10” (equivalente ao 38 na Espanha).

Segundo a casa de leilões, que organizou hoje um leilão chamado “Paixão pela moda”, o traje “a vestia com perfeição”.

Lady Di o usou três vezes, combinado com uma tiara de diamantes.

Entre elas um banquete celebrado na residência do embaixador da Alemanha em Londres em julho de 1986 e em um espetáculo de “Ivan o Terrível” do Balé Bolshoi, na Royal Opera House na capital britânica no mesmo verão.

Quase um ano depois, a mãe dos príncipes William e Harry voltou a vesti-lo para comparecer à estreia do filme “007 Marcado para Morrer”, protagonizada por Timothy Dalton, em Leicester Square em junho de 1987.

A estilista Elizabeth Emanuel disse que, devido ao estilo opulento, as cores, dourado e branco, a peça costumava despertar amor ou ódio e que, Diana adorou.

Sem mais artigos