A estilista Vivienne Westwood usou a moda para deixar claro o seu apoio pelo fundador do polêmico site Wikileaks, Julian Assange, que está exilado na embaixada equatoriana, em Londres.

Westwood surgiu usando recentemente uma camiseta com a frase “I’m Julian Assange” (em tradução livre, Eu sou Julian Assange), e com o seu próprio rosto estampado na peça unissex.

A designer ainda escreveu através do seu blog a intenção da campanha a favor de Assange. “Com essa camiseta você pode mostrar ao mundo o seu apoio a um herói de verdade. Apesar de as doações ao WikiLeaks terem sido bloqueadas, o dinheiro das vendas pode ajudar a manter fundos para o trabalho feito pelo site”.

Para quem, assim como Vivienne, quer mostrar força ao jornalista, a camiseta está à venda no e-commerce da marca homônima, por 40 libras (cerca de 120 reais).

Julian é acusado de publicar informações governamentais secretas, além de estar sendo investigado sobre um possível caso de estupro na Suécia.

Sem mais artigos