Yasmin Brunet fez um apelo, na manhã desta segunda-feira (31), em seu Twitter. Ela criticou o termo usado para barrigas sem gordura nenhuma e com parte dos ossos mais evidentes, que algumas mulheres estão buscando.

“Vamos nos livrar do termo ‘barriga negativa’ . Não é saudável. A não ser para alguns biótipos que já tem essa barriga mais para dentro, não é saudável incentivar esse nome dizendo que isso é beleza. Para chegar nessa tal ‘barriga negativa’ a pessoa tem que sofrer. Não comer, se sacrificar, abusar do seu próprio corpo, se castigar. Acho um desrespeito com quem tem distúrbios alimentares e está lutando para sobreviver. Isso não é beleza e não é saúde. Meninas e meninos, cada um de nós nascemos com um biótipo e somos lindos do nosso modo. Cada um com sua imperfeição. Nada de sofrer para se encaixar nessa loucura de ‘barriga negativa’. Isso não existe. Quem inventou isso deve ter um cérebro negativo! Te amo como vc é, beijo Ya”, escreveu a modelo em sua página na rede social.

A filha de Luiza Brunet vem se mostrando contra a ‘ditadura da magreza’, como ela mesma chama, há um tempo e sempre publica recados com mensagens para as pessoas se amarem como são nas redes sociais.

Sem mais artigos