Para o advogado de Woody Allen, Elkin Abramowitz, a carta de Dylan Farrow, que acusa o cineasta de molestá-la quando ela tinha apenas sete anos de idade, foi implantada pela atriz Mia Farrow

Em entrevista ao programa Today da NBC, nesta terça-feira (3), o advogado disse que filha adotiva de Mia Farrow com Woody Allen um peão da mãe em uma briga feia entre o casal. “A ideia de que ela foi molestada foi implantada pela mãe”.

“E essa memória nunca vai deixar Dylan. Então, O.

Abramowitz acrescentou que a reação de Allen foi de “extrema tristeza”.

De acordo com o The Hollywood Reporter, apesar de a custódia de Allen sobre a filha ter sido negada, não permitindo ao diretor nem visitá-la, devido ao seu mau comportamento como pai, e de não haver provas de que Mia ‘adestrou’ Dylan, um policial de Connecticut afirmou que o abuso nunca aconteceu e que Farrow fez a cabeça da filha, o que Abramowitz explicou na entrevista.

Quando perguntado sobre o porquê de o caso ter voltado à tona agora, o advogado disse que acredita que Mia quer ferir a imgem de Allen, depois de ele ter recebido indicações e prêmios por seu último filme, Blue Jasmine, além da homenagem do Globo de Ouro, com o prêmio Cecil B. DeMille.

“Acho que é uma continuação do desejo de Mia de machucar Allen”, ele disse. “Woody Allen está em uma boa fase… e eu acredito que isso reaflora alguma mágoa que ela tem sobre ele”.

 

 

 

Advogado de Woody Allen diz que carta de Dylan foi 'implantada' por Mia Farrow

Sem mais artigos
Sair da versão mobile