Mais de oito mil pessoas curtiram nesta terça-feira (4) a tradicional Peixada do Gui, que teve sua 12ª edição neste Carnaval de Florianópolis, na Praia de Jurerê internacional. Além do almoço, servido ao longo de toda a tarde para os frequentadores, o espaço fechado na praia mais exclusiva da cidade contou com dois palcos, um com DJs e outro com bandas.

“O segredo é o peixe”, brinca Gui, ao ser indagado pela reportagem sobre o sucesso do evento após 11 anos. “Tentamos inovar todos os anos, mas manter a tradição é importante: bom serviço, bebida gelada, música boa”, conta. A festa começou em Jurerê, em um Carnaval “normal”, segundo Gui. “Estava com uns amigos pensando no que iríamos fazer no feriadão. Sexta era isso, sábado aquilo, domingo aquilo outro.. e na terça-feira de Carnaval, pensamos em fazer a peixada. Já na primeira, apareceram 1,5 mil pessoas, e daí só cresceu”, relembra. 

O grande destaque do dia foi uma surpresa: o DJ Jesus Luz, que veio com um set animado que fez ferver a pista de dança. O sucesso do evento confirma ainda a predileção do público de Floripa pela música eletrônica, mesmo em pleno Carnaval – as marchinhas ficam apenas nos blocos mais tradicionais de rua. Nos grandes eventos, o que pega é a batida pesada dos DJs e suas paradas estratégicas que fazem o público jogar as mãos pro alto.

Virgula acompanhou tudo de perto – veja os melhores cliques da festa na galeria!

Sem mais artigos