O grupo inglês de humor Monty Phyton está de volta ao mundo pop. Além de uma turnê nos palcos londrinos – que estreou há poucos dias com sucesso de público -, um dos filmes da trupe voltou às telonas de São Paulo.

Monty Phyton e o Sentido da Vida, de 1983, está em cartaz em duas sessões – 17h e 21h30 – no Espaço Itaú de Cinema, Sala 1, na Rua Augusta.

A obra é o terceiro e último longa-metragem do grupo, que surgiu na TV britânica em 1969. Depois do sucesso do programa de TV exibido entre 69 e 74, o grupo produziu alguns filmes para cinema: O Cálice Sagrado (74), A Vida de Brian (79) e O Sentido da Vida (83).

O Sentido da Vida ganhou o prêmio do júri no Festival de Cannes e é um filme bizarro, composto por quadros e episódios, numa estrutura que lembra um programa de TV. Ao longo dos quadros, o grupo satiriza a escola, as religiões, o sexo, a família, a burguesia, enfim, tudo. Destaque para a sequência do homem que explode de tanto comer.

O Monty Phyton influenciou diversas gerações de comediantes. Nos EUA, o Saturday Night Live bebeu diretamente nessa fonte. No Brasil, a TV Pirata foi a principal herdeira do humor corrosivo do grupo inglês.

Monty Phyton e O Sentido da Vida voltam aos cinemas paulistanos

Sem mais artigos