A polícia de Washington investiga por que o ator Charlie Sheen recebeu escolta policial desde o Aeroporto Internacional Dulles até a capital americana, informou nesta sexta-feira a imprensa local.

Segundo a rede de televisão MSNBC, a porta-voz do departamento de polícia Gwendolyn Crump confirmou que a unidade de assuntos internos está investigando o incidente ocorrido na quinta-feira.

O ator foi escoltado por uma viatura que estava com sirene e luzes de emergência ligadas até um teatro no qual estrelaria seu novo espetáculo Violent Torpedo of Truth: Defeat Is Not an Option.

Sheen estava quase uma hora atrasado para a apresentação, e enquanto era levado ao local do show em alta velocidade, relatou a experiência no Twitter. O ator, inclusive, postou uma foto de um velocímetro cujo ponteiro apontava para a marca de 130km/h.

“Os cidadãos do Distrito de Columbia (onde a cidade de Washington está localizada) não querem ver suas forças policiais escoltando cidadãos particulares”, protestou o vereador Phil Mendelson, presidente do comitê que supervisiona a Polícia de Washington DC.

Mendelson afirmou que se reuniu com a chefe de polícia local, Cathy Lanier, na quinta-feira, e que ela não autorizou a operação. Já o jornal Washington Post se questiona em sua edição de sexta quão famoso alguém deve ser para receber escolta.

Sem mais artigos