Chacrinha, um dos maiores comunicadores do Brasil, continua atualizado. Até selfie ele anda fazendo! E com a participação de suas onipresentes e onipotentes Chacretes

Claro, estamos brisando aqui. O apresentador de TV Abelardo Barbosa (1917-1988), o eterno Chacrinha, é o tema de um novo musical teatral. E o Virgula deu um pulo nos ensaios da peça, no Rio de Janeiro.

Stepan Nercessian vive Chacrinha, e está o próprio. A voz inconfundível do apresentador surge na atuação do ator, que contracena com um elenco jovem na montagem que recria vida e obra do comunicador.

Na peça, não faltam os hilários e famosos bordões inventados ou divulgados por Chacrinha, além de frases que ele disse em algum momento:

Quem não se comunica se trumbica!

Quem inventou o tropicalismo fui eu!

Quer elevar o nível do programa, faz a gravação lá no 8º andar!

Roda, roda e avisa!

Durante a peça, desfilam no palco personagens reais da MPB, como Caetano Veloso, Sidney Magal, Wanderlea, Baby do Brasil (na época, Consuelo) e os Novos Baianos, Rosana

E também surgem as irresistíveis Chacretes:

Fernanda Terremoto
Regina Polivalente
Gracinha Copacabana
Loira Sinistra
Índia Potira
Sarita Catatau

E óbvio, a estrela maior das Chacretes: Rita Cadillac, que leva os clássicos beijos na bunda em uma cena num presídio.

Elke Maravilha, jurada e “afilhada” de Chacrinha, também vira personagem e solta a voz, cantando Tente Outra Vez, de Raul Seixas, na hora em que tenta levantar o astral do “painho” Chacrinha.

Falando em música, o set list da peça traz hits inesquecíveis: O Meu Sangue Ferve por Você, Como uma Deusa, Piripipi, Conga Conga Conga, Besta é Tu, Maria Sapatão

E como diz outro hit eterno que homenageou Chacrinha e surge no final da peça: “Chacrinha continua balançando a pança…”

Chacrinha O Musical estreia no Rio em 14 de novembro.

Sem mais artigos