Mona Lisa, Guernica, Os Girassóis de Van Gogh, O Pensador, ou até mesmo a lata de sopa Campbell’s do Tio Andy Warhol. Essa é a arte clássica, certo? Mas não só de clássicos, baluartes e ícones centenários vive o universo das artes plásticas.

Tem muita gente nova (e boa) surgindo, e atenção: essa gente também não está na Bienal de Arte – cuja atual edição vem sendo detonada por gregos (ops) e troianos.

A saída é investir nas pequenas galerias, mais antenadas com produções arejadas e modernas. Ou ainda em locais como a Pinacoteca, que ousa trazer ao público o sempre incrível e ainda atual Leonilson.

Diante disso, o Virgula montou um Top Five com as exposições de artes visuais mais legais em cartaz em SP, e todas com entrada gratuita (com exceção da expo de Leonilson). Confira a seguir e na galeria acima.

1.Myxathesys de Juan Fontanive – Carbono Galeria
O norte-americano de 37 anos é influenciado pela Op Art e trabalha com arte em movimento, e ainda consegue se apropriar dos sons deste movimento em sua obra. É sua primeiro expo solo no Brasil.
4 de outubro a 29 de novembro
R. Joaquim Antunes, 59, Pinheiros
Segunda a Sexta 10h às 19h / Sábado 11h às 15h
Entrada franca
www.carbonogaleria.com.br

2.10 Anos do Coletivo Rolê – Cartel011
O Coletivo completa 10 anos com esta expo de fotos e vídeos que registram a cultura urbana de São Paulo. O grupo é formado por fotógrafos que desde 2004 realizam saídas fotográficas noturnas pela cidade. Para esta expo, foram definidos três “eixos”: histórias, texturas e arquitetura. Além da exposição fotográfica, o Rolê irá exibir obras em vídeo e também instalações de vídeo mapping.
8 a 31 de outubro
R. Artur de Azevedo, 517, Pinheiros
Segunda a Quinta 11h às 20h / Sexta e Sábado 11h às 21h / Domingo 13h às 18h
Entrada franca
www.cartel011.com.br

3.Todos à Mesa de Bruno Miguel – Galeria Emma Thomas
O artista carioca utiliza pratos, xícaras, travessas e copos de uma vasta coleção adquirida em lojas de antiguidades e leilões. Bruno mescla em sua pesquisa elementos da alta e baixa cultura e utiliza-se de suas memórias para relacionar ambientes domésticos cotidianos a seu interesse pela cultura pop e midiática contemporânea.
11 de outubro a 13 de novembro
R. Estados Unidos, 2205, Jardins
Terça à Sexta 11h às 19h / Sábado 11h às 17h
Entrada franca
www.emmathomas.com.br

4.Urbana de Daniel Melim – Choque Cultural
O artista traz obras gigantes, com até cinco metros de comprimento, onde explora texturas e grafismos, com influência da pop art e do inglês Banksy, com quem já trabalhou, em Londres. O trabalho de Daniel é urbano e moderno, a cara da capital paulista.
15 de setembro a 31 de outubro
R. Medeiros de Albuquerque, 250, Vila Madalena
Terça a Sábado, 11h às 18h
Entrada franca
www.choquecultural.com.br

5.Truth, Fiction de Leonilson – Estação Pinacoteca
Com mais de 150 obras do cearense Leonilson (1957-1993), a expo traz pinturas, desenhos, objetos, bordados e uma instalação. O recorte é da fase do artista a partir de 1987, incluindo a última obra criada por ele: a instalação montada na Capela do Morumbi em 93.
9 de agosto a 9 de novembro
Largo General Osório, 66, Centro
Terça a Domingo, 10h às 17h30
R$6 e R$3 / Grátis aos sábados
www.pinacoteca.org.br

Sem mais artigos