A Roma, que está à venda, confirmou, nesta quinta-feira, que tem em mãos cinco propostas para compra, que foram recebidas no último dia 31 de janeiro.

Em comunicado, o clube também negou que uma delas seria do grupo Aabar, dos Emirados Árabes, negando os rumores de que esta seria a mais alta. O clube agora está examinando as ofertas e deve anunciar, em breve, o nome do comprador. Nenhum dos concorrentes será identificado.

A equipe, que conta com o Imperador Adriano no elenco, vê na venda a solução para as turbulências econômicas dos últimos tempos

Sem mais artigos