O lateral do Barcelona Eric Abidal explicou ao técnico Laurent Blanc que não quer usar a braçadeira de capitão da seleção francesa porque se trata de “uma responsabilidade que não combina com sua personalidade”, informou nesta quinta-feira o jornal esportivo “L’Équipe”.

“(Abidal) não quer desempenhar esse papel”, afirmou à imprensa Blanc, que poderia outorgar a responsabilidade de liderar os “bleus” ao goleiro Hugo Lloris ou ao zagueiro Philippe Mexes.

De acordo com o jornal, Abidal, de 32 anos, não quer ser aquele que responda perante a imprensa cada vez que acontecer um incidente “Se tenho algo a dizer sobre um ponto concretamente, eu direi seja capitão ou não”, considerou o jogador.

Durante a passagem de Raymond Domenech pelo comando técnico da França, o lateral foi capitão em um jogo contra a Turquia em 2009, mas não quis repetir a experiência.

“Soa falso. Contar comigo para ser mediador entre as gerações, para levantar a voz, pedir ao treinador que mude o esquema, a tática… Não, esse não sou eu”, havia declarado na ocasião.

Sem mais artigos