Empolgado com a estreia de Adriano com a camisa do Atlético-PR na última quinta-feira (13), na vitória diante do The Strongest por 1 a 0, pela Libertadores da América, na Vila Capanema, o diretor de futebol do Furacão, Antônio Lopes, disse estar disposto a fazer lobby para que o atacante dispute a Copa de 2014. Em entrevista ao jornal carioca Extra, o dirigente prometeu até dar um ‘toque’ em Felipão em caso de evolução do Imperador.

“Foi boa (estreia). Ele iniciou bem, jogando uns 10 minutos. Vamos ver se na próxima partida ele joga mais tempo. Até lá, terá algum ganho na parte física”, disse Antônio Lopes, que em 2002 foi de diretor-técnico da seleção pentacampeã do mundo, ao lado de Felipão, sobre o primeiro jogo de Adriano pelo Furacão.

Sobre a possibilidade da Seleção Brasileira ter Adriano Imperador na Copa, Antônio Lopes disse que o jogador correr contra o tempo e perdeu uma oportunidade de estar melhor no ano passado. Porém, exaltou as qualidades do atleta e o colocou à frente de seus concorrentes.

“Falta pouco tempo para o Mundial. Está muito em cima. Se ele estivesse assim no meio do ano passado, seria convocado. Adriano é melhor do que todos esses caras que o (Luiz) Felipe (Scolari) está convocando. Melhor do que o Jô, o Fred… É melhor do que esses caras todos. Se ele continuar desse jeito, vai voltar à seleção”, disse o diretor.

Antônio Lopes diz que apenas uma coisa pode fazer com que Adriano seja lembrado: gol. “Não descarto nem afirmo que ele será convocado. Apenas digo que ele tem que ser titular no Atlético. E precisa voltar a fazer gols. Ele fala em voltar à seleção. Tem esse objetivo. E quer mostrar a todos que tem condição”, afirmou o dirigente.

Com o Atlético-PR jogando o Campeonato Paranaense com uma equipe sub-23, Adriano poderá voltar a campo no dia 25, contra o Vélez Sarsfield, na Argentina. Com uma nova chance se aproximando, Lopes diz esperar mais dele e cito o medo que os adversários possuem dele como uma virtude que falta aos atacantes da seleção.

“Quando ele entrou em campo, a torcida foi no céu. Os adversários têm medo dele. Os caras estavam se borrando de medo. No dia anterior (quarta-feira) ao jogo, fizemos um jantar para a diretoria do The Strongest. O diretor de futebol falou: “Não deixa o Adriano estrear contra a gente. Esperem o próximo adversário”. Até os dirigentes têm medo dele”, concluiu Antônio Lopes.

Na última terça-feira (11), Felipão convocou 16 jogadores para o amistoso contra a África do Sul, que acontece no dia 5 de março, em Joanesburgo. Na lista, apenas atletas que não atuam no futebol brasileiro estavam presentes. Nos próximos dias, porém, o treinador chamará outros três que atuam no Brasil.

Sem mais artigos