O ex-tenista americano André Agassi, vencedor de oito títulos de Grand Slam, afirmou nesta sexta-feira que o tênis vive um momento histórico com o desempenho do espanhol Rafael Nadal e do suíço Roger Federer.

Um dos melhores tenistas de todos os tempos, Agassi foi a estrela nesta sexta-feira da inauguração do estádio de tênis dos Jogos Pan-Americanos de 2011 em Guadalajara, no México.

Em entrevista à imprensa, o ex-jogador, hoje com 40 anos, disse se emocionar ao ver o jogo de Nadal, número 1 do mundo, e Federer, maior vencedor de Grand Slams.

Agassi, que deixou o esporte profissional há quatro anos, reconheceu que o tênis americano atravessa um momento ruim, porque, segundo ele, os jogadores não estão acostumados com quadras de saibro.

“Eu gostaria de incentivar os jovens tenistas a jogarem melhor no saibro para que possam aumentar o nível de competição que está sendo exigido em nível mundial e que os Estados Unidos possam crescer”, declarou.

Agassi cortou a fita inaugural do estádio dos Pan-Americanos junto ao presidente do Comitê Organizador dos Jogos, Carlos Andrade Garín, e do segundo vice-presidente do Comitê Olímpico Mexicano, Ivar Sisniega.

Ele, que conquistou quatro vezes o Aberto da Austrália, uma o Roland Garros, uma o Wimbledon e uma o US Open, será o protagonista do All-Star Challenge, o torneio que marcará o início do novo estádio, com 12 quadras e capacidade de 2.800 espectadores na parte principal.

O evento reunirá também tenistas que brilharam no circuito profissional como o americano Jim Courier, com quatro títulos de Grand Slam, o sul-africano, Wayne Ferreira, vice-campeão olímpico em duplas em 1992 e o australiano Mark Philippoussis, finalista em dois Grand Slams.

Sem mais artigos