O deputado federal paulista Aldo Rebelo (PCdoB) foi anunciado oficialmente, por volta das 12h30, como novo ministro do Esporte, substituindo Orlando Silva, seu companheiro de partido que oficializou a saída na tarde de ontem, em reunião com a presidente Dilma Rousseff. Antes mesmo do anúncio oficial, enquanto Rebelo seguia para o Palácio da Alvorada, onde se reuniu com Dilma, o seu antecessor desejou, no Twitter, que “Deus ilumine teus caminhos. Bom trabalho”.

Aldo Rebelo, que foi ministro de Relações Institucionais entre 2004 e 2005, ainda na gestão de Luiz Inácio Lula da Silva, ocupou também a presidência da Câmara dos Deputados, até 2007, e estava em seu sexto mandato na Casa, sendo autor de polêmicos projetos, como o do Dia do Saci-Pererê, em 31 de outubro, substituindo o Halloween. Falando rapidamente com os jornalistas após a reunião, ele disse que “aceitei o convite, e o processo de transição ainda vai ser iniciado.

Sexto ministro a cair nos dez meses de gestão da presidente Dilma Rousseff (após Antônio Palocci, Alfredo Nascimento, Nelson Jobim, Wagner Rossi e Pedro Novais), Orlando Silva deixa para seu sucessor (presidente da CPI da Nike) a responsabilidade de organizar os dois maiores eventos do esporte mundial: a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, que ocorrerão no Rio de Janeiro.

Sem mais artigos