Logo após a seleção brasileira de basquete vencer a República Dominicana e garantir vaga nas Olimpíadas de Londres – feito que não acontecia há 16 anos -, surgiram os questionamentos sobre se os jogadores que não estiveram no grupo deveriam ser convocados para os jogos de 2012.

A principal polêmica estava em torno do trio que atua na maior liga de basquetebol do mundo, a NBA: Anderson Varejão, Leandrinho e Nenê. Dos três, apenas Varejão chegou a se apresentar ao técnico Rubén Magnano, mas, lesionado, foi dispensado.

No desembarque dos vice-campeões da Copa América, a imprensa tratou de questionar os jogadores que estavam na equipe brasileira e disputaram o torneio em Mar del Plata a respeito do tema. Alex, um dos líderes do grupo, foi firme novamente nas declarações, e deixou claro que não conta com o pivô Nenê, do Denver Nuggets.

“O Nenê, de 11 anos de seleção que eu estou, acho que junto com ele foram duas vezes só. Já o Leandrinho e o Varejão são diferentes. Estão todos os anos conosco. A gente não pode julgar, cada um tem seus motivos para não vir. Tem que respeitar. E para o ano que vem, contamos com eles (Leandrinho e Varejão) aqui”, afirmou o ala brasileiro.

Alex não perdoa Nenê: "De 11 anos de seleção, estive com ele duas vezes"

Sem mais artigos