Um dos destaques da seleção dos Estados Unidos, o atacante Altidore, que atua no Hull City, da Inglaterra, em entrevista ao site da Fifa, lembrou da decisão da Copa das Confederações de 2009 ao falar de Copa do Mundo e garantiu que o revés para o Brasil, após estarem vencendo por 2 a 0, fez a equipe aprender bastante.

“Ninguém esperava que nós chegássemos tão longe, jogando um futebol de tão alto nível. Mas isso também nos ensinou que não podemos ser complacentes. Estávamos ganhando do Brasil por 2 a 0, fazendo uma grande atuação, e achamos que a vitória já estava no papo. Obviamente, você não pode fazer isso contra uma seleção do calibre do Brasil, e todos nós sabemos qual foi o resultado final (a seleção virou para 3 a 2). Mas foi uma boa lição”, disse o atacante.

Mesmo ciente das dificuldades que o EUA terão na Copa, haja visto que eles estão na mesma chave que Inglaterra, Argélia e Eslovênia, o Altidore garante que não perde o seu sono pensando nestes confrontos.

“Nunca temos medo, ao contrário. Estamos loucos para jogar esta partida. Acho que somos capazes de vencer qualquer seleção quando estamos no nosso dia, e nunca somos presas fáceis para ninguém. Estamos prontos para o desafio e a Inglaterra vai perceber isso quando nos enfrentar. Vai ser um jogo duro, ninguém pode atropelar a gente”, acrescentou.

Sem mais artigos