A Federação Romena de Futebol (FRF) ameaçou nesta terça-feira (26) denunciar a Associação do Futebol Argentino (AFA) junto à Fifa por conta do cancelamento do amistoso que as seleções dos dois países disputariam no próximo dia 10 em Bucareste.

Em carta enviada pelo presidente da FRF, Mircea Sandu, ao da AFA, Julio Grondona, os romenos se mostraram dispostos a acionar os argentinos por perdas e danos caso os ‘Hermanos’ mantenham a posição de não jogar a partida marcada para o estádio Nacional de Bucareste, anunciada nesta segunda-feira após a demissão do técnico Sergio Batista.

O porta-voz da Federação Romena, Paulo Zaharia, confirmou à Agência Efe que a entidade não recebeu até agora nenhuma notificação da AFA e soube da suspensão unilateral do amistoso pelo site oficial da Associação presidida por Grondona.
Perguntado em entrevista coletiva pelo valor que a Romênia pedirá como indenização, Sandu o calculou em 2 milhões de euros.

“Não posso enganar as pessoas. A Romênia vive há muito tempo um estado de emoção porque a Argentina viria, porque poderiam assistir a (Lionel) Messi”, disse o presidente da FRF, que prometeu fazer todo o possível para que os ‘hermanos’ joguem em Bucareste com sua estrela principal, como havia sido prometido.

Sem mais artigos